Carregando... Por favor, aguarde...

Apatita

Apatita.JPG

A apatita (apatite, em Portugal) é um mineral do grupo dos fosfatos, com as seguintes variantes: hidroxiapatita, fluorapatita, e clorapatita , assim nomeados por causa de altas concentrações de íons Hidróxido(OH-), Fluoreto(F-), e Cloreto(Cl-), respectivamente, em sua estrutura cristalina. Sua fórmula geral (que apenas explicita a sua composição essencial) é Ca3(PO4)2(OH, F, Cl). Fosforita é o nome dado à apatita impura.

A apatita é um dos poucos minerais (sic) a serem produzidos e utilizados por sistemas biológicos*. A hidroxiapatita (ver cálcio: papel biológico) é o principal componente do esmalte dentário, e está presente também na Glândula Pineal ( presente no nosso cérebro) e tem considerável participação no material ósseo. A fluorapatita é ligeiramente mais resistente que a hidroxiapatita. Por isso o uso de água fluorada (ver [[flúor|flúor:papel ) , que permite a substituição dos íons hidróxido por fluoreto nos dentes, tornado-os um pouco mais fortes, embora possa manchá-los frequentemente e se concentrar em outros órgãos, como o tecido ósseo, causando doenças. Alguns autores acreditam que é mais segura a formação da fluorapatita na superfície do dente, através do uso tópico do creme dental(Connet,2002).

Traços de fissão provocados por partículas emanadas de isótopos radioativos naturais, presentes em cristais de apatita, são comumente usados para estimar a história termal de sedimentos em bacias sedimentares.

O seu cristal é o 5.º termo da escala de Mohs, com uma dureza semelhante à do vidro. Está presente em rochas ígneas, como carbonatitos, granitos, sienitos, sienitos nefelínicos, dioritos, pegmatitos (de onde provêm os cristais de maior tamanho), em lava, etc. Aparece também em rochas metamórficas como o gnaisse, micaxisto, calcário cristalino, etc. Aparece também como resíduo em alguns filões metalíferos de alta temperatura (cassiterita, volframite, etc.).

 

  • Minerais são substâncias naturais com natureza química e arranjo crislografico definidos, formados por processos geologicos inorgânicos. Portanto a apatita produzida por seres vivos não pode ser considerada mineral. O gelo de geleiras é considerado um mineral, o petróleo não...

 Tipo: Combate a obesidade, Equilíbrio corpo e alma, Suaviza emoções.

 Dureza: 5.

 
Materiais de origem: Flúor, cálcio clorado com enxofre, alumínio, magnésio com vestígios de cromo.

 
Coloração: Marrom-amarelado, azul, verde-azulado, rosa, violeta até incolor, opaco até transparente.

 Locais onde é encontrada: Madagascar, México, Índia, Brasil.

 Crenças e mitos: As propriedades curativas da Apatita somente foram descobertas recentemente. A Apatita é empregada na indústria como matéria –prima para a fabricação de adubo fosfatado.

 Efeitos terapêuticos para o corpo: Os minerais estão presentes em nosso corpo e a Apatita contém alto teor dos mesmos, fazendo com que essa pedra tenha múltiplos empregos. Ela ativa o suprimento de sangue das zonas do intestino e, assim, garante um melhor aproveitamento dos alimentos. A clara do ovo, o açúcar, e as gorduras passam a ser melhor digeridos. As pessoas que tem excesso de peso e as que têm tendência para se tornar almofadas de gordura, deveriam beber regularmente água de Apatita ou portar uma Apatita, pois a mesma favorece a digestão das gorduras. Recomenda-se antes de cada refeição beber 3dl de água de Apatita, a qual atuará sobre a digestão das gorduras. Ela também minora o estresse e o excesso de esforço dos nervos. Contribui para o fortalecimento do sistema imunológico de proteção e reduz a gripe.

 Efeitos terapêuticos para a psique: Através da penetração dos muitos minerais da Apatita pela pele, a pessoa sente em pouco tempo mais equilíbrio e sensação de contentamento, constituindo desta forma uma autoconsciência mais forte. Na meditação, a Apatita, penetra de maneira muito oscilante e traz à nossa alma uma sensação de calor e equilíbrio. Assim sendo, desenvolvemos uma melhor compreensão para as necessidades das outras pessoas e encontramos saídas mais brandas para nossos próprios problemas.

 Indicado para: Força de viver, concentração, autodeterminação, espiritualidade, vitalização, encontro de objetivos. Nervos do rosto, cérebro, nervos do pescoço, hipófise, sistema imunológico, nervos da cabeça, fígado, musculatura, coluna dorsal, evacuação.

 Formas existentes: Pedra bruta, lapidada, pingente.

 
Signos: Gêmeos (21/5 a 20/6).

 
Chacras: Sétimo, sexto, quinto, terceiro.

 

Para conhecer sobre outras pedras clik aqui

Voltar ao topo
Loja CristaisdeCurvelo no What's app