Não vá Embora!
Separamos essas Ofertas Exclusivas para você!

Fale Conosco:
(38) 3722-1029
(38)9-9205-6463

CLORITA - Aprenda Mais Sobre Este Mineral

quartz-chlorite-group-139575.jpg Clorita

 

A clorita no quartzo é um especie de lodolita de quartzo muito apreciada em diversos países principalmente a china maior apreciador deste tipo de inclusão Os principais garimpos deste mineral raro é a região de Curvelo, corinto, diamantina, Inimutaba e região englobando toda região produtora de quartzo cristalino. Em nossa região se conhece como "Verde" Lodo verde e ai entre diversas nomes e também sua classificação como verde extra, bagulho, bagulhão e rola verde. ( Nome popular entre os garimpeiros e compradores para este mineral). Esta pedra apos lapidada com joia se distingue pelas demais pela alta transparência do cristal que destaca o lodo verde que aumenta as suas inclusões como se fosse uma especie de lente de aumento. Poderosa combinação de Quartzo límpido com Clorita. É um dos cristais mais potentes para a cura física. Juntos trabalham na purificação e na limpeza da aura, dos chacras e dos meridianos. Pode ser usado inclusive para limpeza do ambiente. Dissipa a energia negativa, alivia a raiva, irritação e a frustração. Ajuda a reconhecer a causa do problema e como resolve-lo. Libera bloqueios e resistencia permitindo perdoar, libertar-se e seguir em frente. O Quartzo Clorite é considerado um dos melhores tónicos tanto para o corpo subtil como para o denso. Pode surgir como inclusões ou como camadas no Quartzo.

 

O Quartzo Clorite tem uma potência energética elevada e ajuda-nos a uma conexão directa e forte com a energia da Terra. Talvez também pela aproximação química da Clorite à família das argilas. Estes Cristais são lindíssimos e quando a Clorite ocorre como Fantasma no Quartzo desenha, muitas vezes, vastas paisagens verdes.

 

A Clorite é um dos Cristais mais benéficos na Cura e estando presente no Quartzo, as suas propriedades podem ser programadas e dirigidas para onde pretendemos. A Clorite pode ser transportada no bolso, usada numa jóia, colocada num compartimento e até para obter um elixir, os seus efeitos provocam ambientes e disposições alegres e descomplicadas.


É muito utilizada como purificante e para limpar a Aura, os Chakras e os meridianos. Ela ataca a energia da raiva, hostilidade, exasperação e frustração dissipando-as, ao mesmo tempo que as substitui por energia positiva de alta vibração. Actua também na presença de ataques psíquicos.

 

clorita-36.4-45355-std.jpg

Clorita Mineral


Ocorre na combinação quartzo, albite, sericite, granada de xistos pelíticos. ( Popularmente região de MG Curvelo conhecido com Lodo Verde )

 

As clorites (do grego chloros, que significa "verde", em alusão à sua cor), constituem um grupo de minerais filossilicatos. Podem ser descritas pelos seguintes quatro extremos baseados na sua química através da substituição dos seguintes quatro elementos na estrutura cristalina: Mg, Fe, Ni e Mn.

Clinocloro: (Mg5Al)(AlSi3)O10(OH)8

Chamosite: (Fe5Al)(AlSi3)O10(OH)8

Nimite: (Ni5Al)(AlSi3)O10(OH)8

Pennantite: (Mn,Al)6(Si,Al)4O10(OH)8

 

Além destas, conhecem-se ainda espécies de zinco, lítio e cálcio. A grande variação nas composições resulta em variações consideráveis das propriedades físicas, ópticas e de difracção de raios X. De igual modo, a variação nas composições químicas permite aos minerais do grupo da clorite existirem sob uma grande variedade de condições de pressão e temperatura. Por esta razão, os minerais cloríticos são ubíquos em rochas metamórficas de baixa e média temperatura, algumas rochas ígneas, rochas hidrotermais e sedimentos enterrados a grandes profundidades.

 

 

Estrutura da Clorita

A fórmula geral típica é: (Mg,Fe)3(Si,Al)4O10(OH)2·(Mg,Fe)3(OH)6. Esta fórmula enfatiza a estrutura do grupo.

 

As clorites têm uma estrutura em sanduíche 2:1 (camada sanduíche 2:1 = tetraédrica-octaédrica-tetraédrica = t-o-t...). Ao contrário de outros minerais argilosos, nas clorites o espaço entre as camadas (o espaço entre cada sanduíche 2:1 ocupado por um catião) é composto por (Mg2+, Fe3+)(OH)6. Esta unidade (Mg2+, Fe3+)(OH)6 é geralmente designada como camada tipo brucite, devido à sua grande semelhança com o mineral brucite (Mg(OH)2). Assim, a estrutura da clorite é representada como segue: -t-o-t-brucite-t-o-t-brucite…

 

Uma classificação mais antiga, dividia as clorites em dois subgrupos: as ortoclorites e as leptoclorites. Estes termos são raramente usados e o prefixo orto- é algo enganador uma vez que o sistema cristalino da clorite é o monoclínico e não o ortorrômbico.

 

Ocorrencia

A clorite é geralmente encontrada em rochas ígneas como produto da alteração de minerais máficos como a piroxena, anfíbolae biotite. Trata-se de um mineral associado a depósitos minerais hidrotermais e ocorre muitas vezes associada a epídoto, sericite,adulária e minerais de sulfureto. Neste tipo de ambiente a clorite pode ser um mineral produzido por alteração metamórfica retrógrada de minerais ferromagnesianos, ou pode estar presente como produto de metassomatismo através da adição de Fe, Mg ou outros compostos à massa rochosa.

 

A clorite é também um mineral metamórfico comum, geralmente indicativo de metamorfismo de baixa intensidade. É a espécie-diagnóstico da fácies zeolítica e da fácies inferior dos xistos verdes. Ocorre na combinação quartzo, albite, sericite, clorite, granada de xistos pelíticos.

 

Nas rochas ultramáficas, o metamorfismo pode também produzir clorite (predominantemente clinocloro) em associação comtalco. Experiências indicam que a clorite pode ser estável em peridotitos do manto terrestre acima da litosfera oceânica arrastada para baixo por subducção, podendo mesmo estar presente no volume do manto a partir do qual os magmas dosarcos insulares são gerados.

 

Para conhecer sobre outras pedras clik aqui

Loja CristaisdeCurvelo no What's app