Piramide Obsidiana Negra Pedra Vulcanica Medidas Baseadas Queops Cod PO5773 - Loja Cristaisdecurvelo

Não vá Embora!
Separamos essas Ofertas Exclusivas para você!

Fale Conosco:
(38) 3722-1029
(38)9-9205-6463

Piramide Obsidiana Negra Pedra Vulcanica Medidas Baseadas Queops Cod PO5773

(Cód.257591)
| Deixar comentário
R$69,00
Ou em 12x de R$6,52
no cartão de crédito
R$65,55 a vista
no depósito com 5% de desconto
Embalagem para presente: Opções disponíveis no carrinho.
Compra máxima: 1 unidade(s)
Esgotado! Já vendemos todo o estoque!
Avise-me Quando Chegar.

Por enquanto esse produto não está disponível.


Piramide Pedra Obsidiana Negra lapidado com as medidas baseadas em Queops pedra Vulcanica Natural Bom tamanho peça ideal para colecionador esoterismo ou meditação, mineral Vulcanico natural. Obsidina atrae as energias mais puras dos chacras superiores para os centros primitivos, para o aprimoramento e a purificação do ego.


NOME DA(S) PEDRA(S): Obsidiana Negra

COR DA(S) PEDRA(S): Preto Absoluto Foto Autêntica

CORTE DA(S) PEDRA(S): Piramide com as Medidas Baseada na Grande Queops

CLARIDADE DA
(S)  PEDRA(S): Vitrio Opaco 

MEDIDA D
A(S) PEDRA(S): Base 8,7 x 7,4 Altura  (Centimetros Exatos ).

 PESO TOTAL DA PEDRA: Exatos 464 Gramas

ORIGEM: America do Norte - Lapidação Brasil Comprar outro CLICK AQUI

Atenção: Medidas baseadas em Queops e não medidas exatas so compre se entendeu

Por ser pedra natural  podem apresentar variações em suas tonalidades e grafismos. Há também a possibilidade de ocorrerem pequenas inclusões que irão se assemelhar a fissuras, mas que são normais de minerais autentico de garimpo.  Hidratação oleo mineral.

atencao.gif

Para comprar outra Piramide Click Aqui

Comprar Pingentes click aqui 

Comprar Atacado click aqui


Obsidiana Negra

 

A Obsidiana Preta é uma das mais importantes professoras de todas as pedras da Nova Era. Ela está associada ao primeiro chacra. Esse centro de energia relaciona-se à Terra, ao físico, à sobrevivência e à realização do ego pessoal. Ao colocar uma dessas pedras sobre os pontos de chacra inferior, atraem-se as energias mais puras dos chacras superiores para os centros primitivos, para o aprimoramento e a purificação do ego.Obsidiana Preta deve de ser empregada apenas por aqueles instruídos sobre seus poderes e preparados para o processar as mudanças que ela muitas vezes implacavelmente acarreta. Regida pelo planeta Plutão, seu objetivo é conduzir a mente através das áreas obscurecidas do subconsciente, para estabelecer uma identidade no superconsciente. Como professora plutoniana, não serve ao ego. Em vez disso, mostra de modo rude e muitas vezes grosseiro ao eu-ego o seu lugar e o que precisa para mudar e avançar para o próximo passo do desenvolvimento evolutivo. Atua como um espelho que reflete as falhas da natureza de um ser e amplia temores, inseguranças e atitudes egocêntricas que reprimem as qualidades superior da alma. Pode-se chama-lá de "guerreira da verdade", aquela que mata a ilusão para dar à luz a visão da Nova Era.A obsidiana Preta é uma professora magistral e veio nos ensinar o verdadeiro significado de sua cor. O preto, sendo denso, o obscuro e o desconhecido, é o oposto polar do branco, o translúcido, o iluminado e o conhecido. Cada uma dessas expressões opõe-se precisamente à outra e, como partes da alma que são, permitem à outra existir. Cada uma dessas cores encerra dentro de si todas as outras; tanto o preto quanto o branco podem potencialmente conter a mesma intensidade de luz. Embalada nos braços do preto e do branco, do dia e da noite, do escuro e da luz, a vida da Terra foi concebida e criada e agora está pronta para vir a saber que os pólos aparentemente opostos são, na realidade, o mesmo. Os conceitos de bom e mau não passam de um truque pregado aos sentidos quando se vêem essas cores distintas.A cor preta foi mais mal empregada e mal compreendida do qualquer outra em todo os espectro. Ao evoluir e sentir o poder do universo fluindo nas veias, a alma humana apresentou uma tendência a reinvindicar esse poder como seu. Ao buscar apenas satisfação pessoal, ela aprendeu a canalizar essa força cósmica para o planeta de formas que só servem ao seu pequeno ego, em vez de servir à força em si mesma. Quando isso ocorre, a luz contida no preto volta-se contra si mesma e os aspectos mais baixos da natureza humana predominam. A magia negra caracteriza exatamente esse tipo de abuso flagrante de poder que se manifestará em ações maléficas. Entretanto, o próprio processo de abuso de poder consiste numa das maiores lições que o universo deve ensinar a seus ocupantes.Pode-se constatar a existência da teoria do buraco negro em diferentes aspectos da criação, da humana à estelar. Esse fenômeno natura origina-se quando a luz é egoisticamente consumida e revertida contra si mesma, acarretando a destruição e a devastação sobre todos os objetos circundantes que são atraídos para dentro do buraco negro por uma força gravitacional cada vez mais forte. À medida que a luz é absorvida, o vácuo torna-se mais profundo e maior até, finalmente, a alma ou as estrelas renascerem tomando conhecimento de que a luz deve ser compartilhada e igualmente possuída por todos. Uma vez aprendida essa lição, toda a luz consumida pelo buraco negro explode para fora no outro lado da realidade, e o buraco branco existe como uma manifestação brilhante de uma lição bem-assimilada. Cada um de nós, numa ocasião ou noutra, deve passar pelo processo de autodestruibilidade do buraco negro e aprender a usar de modo apropriado a luz e a energia. Quando a maioria dos habitantes da Terra se conscientizar dessa lição, a Terra como um todo renascerá e a Nova Era florescerá. A Obsidiana Preta é uma das mais importantes professoras de todas as pedras da Nova Era. Ela está associada ao primeiro chacra. Esse centro de energia relaciona-se à Terra, ao físico, à sobrevivência e à realização do ego pessoal. Ao colocar uma dessas pedras sobre os pontos de chacra inferior, atraem-se as energias mais puras dos chacras superiores para os centros primitivos, para o aprimoramento e a purificação do ego.Obsidiana Preta deve de ser empregada apenas por aqueles instruídos sobre seus poderes e preparados para o processar as mudanças que ela muitas vezes implacavelmente acarreta. Regida pelo planeta Plutão, seu objetivo é conduzir a mente através das áreas obscurecidas do subconsciente, para estabelecer uma identidade no superconsciente. Como professora plutoniana, não serve ao ego. Em vez disso, mostra de modo rude e muitas vezes grosseiro ao eu-ego o seu lugar e o que precisa para mudar e avançar para o próximo passo do desenvolvimento evolutivo. Atua como um espelho que reflete as falhas da natureza de um ser e amplia temores, inseguranças e atitudes egocêntricas que reprimem as qualidades superior da alma. Pode-se chama-lá de "guerreira da verdade", aquela que mata a ilusão para dar à luz a visão da Nova Era.A obsidiana Preta é uma professora magistral e veio nos ensinar o verdadeiro significado de sua cor. O preto, sendo denso, o obscuro e o desconhecido, é o oposto polar do branco, o translúcido, o iluminado e o conhecido. Cada uma dessas expressões opõe-se precisamente à outra e, como partes da alma que são, permitem à outra existir. Cada uma dessas cores encerra dentro de si todas as outras; tanto o preto quanto o branco podem potencialmente conter a mesma intensidade de luz. Embalada nos braços do preto e do branco, do dia e da noite, do escuro e da luz, a vida da Terra foi concebida e criada e agora está pronta para vir a saber que os pólos aparentemente opostos são, na realidade, o mesmo. Os conceitos de bom e mau não passam de um truque pregado aos sentidos quando se vêem essas cores distintas.A cor preta foi mais mal empregada e mal compreendida do qualquer outra em todo os espectro. Ao evoluir e sentir o poder do universo fluindo nas veias, a alma humana apresentou uma tendência a reinvindicar esse poder como seu. Ao buscar apenas satisfação pessoal, ela aprendeu a canalizar essa força cósmica para o planeta de formas que só servem ao seu pequeno ego, em vez de servir à força em si mesma. Quando isso ocorre, a luz contida no preto volta-se contra si mesma e os aspectos mais baixos da natureza humana predominam. A magia negra caracteriza exatamente esse tipo de abuso flagrante de poder que se manifestará em ações maléficas. Entretanto, o próprio processo de abuso de poder consiste numa das maiores lições que o universo deve ensinar a seus ocupantes.Pode-se constatar a existência da teoria do buraco negro em diferentes aspectos da criação, da humana à estelar. Esse fenômeno natura origina-se quando a luz é egoisticamente consumida e revertida contra si mesma, acarretando a destruição e a devastação sobre todos os objetos circundantes que são atraídos para dentro do buraco negro por uma força gravitacional cada vez mais forte. À medida que a luz é absorvida, o vácuo torna-se mais profundo e maior até, finalmente, a alma ou as estrelas renascerem tomando conhecimento de que a luz deve ser compartilhada e igualmente possuída por todos. Uma vez aprendida essa lição, toda a luz consumida pelo buraco negro explode para fora no outro lado da realidade, e o buraco branco existe como uma manifestação brilhante de uma lição bem-assimilada. Cada um de nós, numa ocasião ou noutra, deve passar pelo processo de autodestruibilidade do buraco negro e aprender a usar de modo apropriado a luz e a energia. Quando a maioria dos habitantes da Terra se conscientizar dessa lição, a Terra como um todo renascerá e a Nova Era florescerá.