Magnetitas Pacote 10 Gramas Mineral Natural Para Coleção Pedras Naturais Cod 10 - Loja Cristaisdecurvelo

Não vá Embora!
Separamos essas Ofertas Exclusivas para você!

Fale Conosco:
(38) 3722-1029
(38)9-9205-6463

Magnetitas Pacote 10 Gramas Mineral Natural Para Coleção Pedras Naturais Cod 10

(Cód.201834)
| Deixar comentário
De: R$20,00 R$10,00
Ou em 2x de R$5,00
sem juros no cartão de crédito
R$9,50 a vista
no depósito com 5% de desconto
Embalagem para presente: Opções disponíveis no carrinho.

Magnetita pedra bruto natural para coleção pacote com 10 Gramas pedras com tamanho reduzido possivel levar na carteira ou em bolso da roupa no uso esoterico. Obs: Fotos ilustrativas

 

NOME DA(S) PEDRA(S):Magnetita 

COR DA(S) PEDRA(S): Chumbo 

CORTE DA(S) PEDRA(S): Bruto Natural

CLARIDADE DA(S)  PEDRA(S): Opaco Brilhante 

QUANTIDADE DE PEDRAS NO PACOTE : Mais de 10 Pedras 

MEDIDA DA(S) PEDRA(S): 5 mm em media .

 PESO TOTAL DA PACOTE: Exatos 10 Gramas

ORIGEM: Califórnia ( Estados Unidos ) e na costa oeste da Nova Zelândia.

 

A Magnetita, é um mineral magnético tem uma poderosa polaridade invertida formado pelos óxidos de ferro II e III ( FeO . Fe2O3 ), cuja fórmula química é Fe3O4. A magnetita apresenta na sua composição, aproximadamente, 69% de FeO e 31% de Fe2O3 ou 72,4% de ferro e 26,7% de oxigênio. O mineral apresenta forma cristalina isométrica, geralmente na forma octaédrica. É um material de dureza 5.5 - 6,5, quebradiço, fortemente magnético, de cor preta, de brilho metálico, com peso específico entre 5,158 e 5,180. É um mineral que se dissolve lentamente em ácido clorídrico.

A magnetita é a pedra-imã mais magnética de todos os minerais da Terra, e a existência desta propriedade foi utilizada para a fabricação de bússolas.O nome, magnetita vem da região onde a mesma era antigamente encontrada, que era a Magnésia(região da Grecia), e magnésia quer dizer "lugar das pedras Mágicas", pois estas pedras "magicamente" atraiam-se.

Ocorrencia

A magnetita é a fonte mais valiosa entre os minérios de ferro. É encontrada, como pequenos grãos, disseminada nas rochas ígneas e metamórficas.

Grandes depósitos de magnetita foram encontrados em Kiruna, região nordeste da Suécia, e nas Montanhas Adirondack, na região de Nova Iorque dos Estados Unidos. Também foram encontrados depósitos na Noruega, Alemanha, Itália, Suíça, África do Sul, Índia, México, e nos estados americanos de Nova Jérsei, Pennsylvania, Carolina do Norte, Virginia, New Mexico, Utah e Colorado.

É encontrada, algumas vezes, em grande quantidade nas areias de praia conhecidas como areia mineral, areia ferrosa ou areia preta. Este tipo de areia é encontrada em vários lugares, principalmente na Califórnia ( Estados Unidos ) e na costa oeste da Nova Zelândia. A magnetita é resultado de erosão do solo que os rios levam para o mar, concentrando-se nas praias pela ação das ondas e das correntes marítimas.

Minerais de magnetita que contêm de 3,8% a 6,3% de manganês são denominados manganomagnetita, e quando está associada com o corindon é conhecida como esmeril.

A magnetita também é encontrada em meteoritos.

A magnetita, quando aquecida a uma temperatura superior a 550 °C, adquire a estrutura da hematita (Fe2O3).

Organismos Vivos

Cristais de magnetita são encontrados em certos tipos de bactérias (por exemplo, na Aquaspirillum magnetotacticum), em cérebros de abelhas, cupins, peixes, ursos, alguns pássaros (por exemplo, em pombos) e em seres humanos [1].

Acredita-se que estes cristais estão envolvidos no processo de magnetorecepção (capacidade de perceber a polaridade ou a inclinação do campo magnético da Terra) e na navegação animal por orientação magnética.

O estudo de biomagnetismo começou com as descobertas do paleontologista Heinz Lowenstam na década de 1960.

HISTÓRIA
Já há  milhares de anos os homens reconheciam as propriedades das pedras que se fundiam. Os gregos antigos chamavam essa pedra de Magnetis e dividiam-na em um lado masculino e outro feminino. Com o passar do tempo constatou-se que a Magnetita tem pólos positivo e negativo. Mais tarde, na indústria, essa pedra foi chamada de Magneto ou Pedra magnética de ferro. O ferro constitui até hoje uma das nossas mais importantes matérias-primas. Já os antigos assírios massageavam seus corpos com um óleo dentro do qual ficava uma Magnetita, o que, julgavam, aumentava sua masculinidade.
Efeitos para o Corpo: Desde os primórdios da Idade Média os efeitos terapêuticos da Magnetita foram reconhecidos e continuam sendo hoje em dia considerados valiosos na Terapia Naturística e na Medicina. Através de suas propriedades magnéticas, ela exerce um efeito harmonizante sobre todo o corpo; regula o teor de líquido e orienta as funções das glândulas; estabiliza a circulação sanguínea. A magnetita é uma poderosa pedra energizante.
Indicações: Ossos, moléstias das articulações dos ossos, contrações musculares, vesícula biliar, fígado, rins, bexiga.
Efeitos para a Mente: A Magnetita limpa todo o corpo e elimina os bloqueios ocasionados pelo cérebro. Trata-se de uma pedra  harmonizante, que protege contra raios e tem efeito extraordinariamente relaxante sobre a aura. No campo da meditação, esta pedra é muito apreciada, em razão de sua intuitiva percepção e rápida transformação para um plano mais elevado.
Indicações: percepção, amor, amizade, reinício, força, coragem.

Esoterismo

Magnetita é uma pedra magnética que tem uma poderosa polaridade invertida. Ela pode ser usada sobre os meridianos do corpo. Quando um órgão ou meridiano estiverem desvitalizado, a magnetita ativa com a sua energia positiva, é uma otima pedra para aliviar dores musculares.
Magnetita trata e repele, energiza e seda as energias do corpo.
Magnetita pode ser usada para aliviar emoções negativas, como medo, a raiva, o pesar e o excesso de apego, inspirando qualidades positivas, como tenacidade e a resistência. Ajuda-nos a sair de situações destrutivas e promove a objetividade. Essa pedra equilibra intelecto e emoções, trazendo estabilidade interior.

Combate o desequilíbrio mental, Alivia a tensão emocional, Aumenta a potência sexual. \
Dureza: 5-6.
Materiais de origem: Ferro.
Coloração: Preto, metalicamente brilhoso, opaca.
Locais onde é encontrada: Suécia, Noruega, Brasil.
Crenças e mitos: Já há muitos milhares de anos os homens reconheciam as propriedades da pedras que se fundiam. Os gregos antigos chamavam essa pedra de Magnetis e dividiam-na em um lado masculino e outro feminino. Com o passar do tempo constatou-se que a Magnetita tem pólos positivo e negativo. Mais tarde, na indústria, essa pedra foi chamada de Magneto ou Pedra Magnética de Ferro. O ferro constitui até hoje uma das nossas mais importantes matérias-primas. Já os antigos assírios massageavam seus corpos com um óleo dentro do qual ficava uma Magnetita, o que, julgavam, aumentava sua masculinidade.
Efeitos terapêuticos para o corpo: Desde os primórdios da Idade Média os efeitos terapêuticos da Magnetita foram reconhecidos e continuam sendo hoje em dia considerados valiosos na Terapia Naturística e na Medicina. Através de suas propriedades magnéticas, ela exerce um efeito harmonizante sobre todo o corpo; regula o teor de líquido e orienta as funções das glândulas; estabiliza a circulação sanguínea. A Magnetita é uma poderosa pedra energizante.
Efeitos terapêuticos para a psique: A Magnetita limpa todo o corpo e elimina os bloqueios ocasionados pelo cérebro. Trata-se de uma pedra harmonizante, que protege contra raios e tem efeito extraordinariamente relaxante sobre a aura. No campo da meditação, esta pedra é muito apreciada, em razão de sua intuitiva percepção e rápida transformação para um plano mais elevado.
Indicado para: Percepção, amor, amizade, reinicio, força, coragem. Ossos, moléstias das articulações dos ossos, contrações musculares, vesícula biliar, fígado, rins, bexiga.
Formas existentes: Pedra bruta, pingente.
Signos: Câncer (21/6 a 21/7).
Chacras: Primeiro, oitavo.