Esfera Malaquita Pedra Rara e Natural Mineral de Rocha Lapidado Manual Cod 390.2 - Loja Cristaisdecurvelo
  Carregando... Por favor, aguarde...


Compra máxima: 1 unidade(s)

Esfera Malaquita Pedra Rara e Natural Mineral de Rocha Lapidado Manual Cod 390.2

()
Codigo: 390.2

R$117,00

ou R$114,66 no Boleto Ou em 12x de R$11,06
no cartão de crédito

Quero ser avisado quando esse produto retornar!
Nome: 
E-mail: 


Bola Malaquita incrustado na rocha matriz goethita e cuprita Pedra rara e Natural Mineral de Garimpo, lapidado manualmente em Curvelo MG ; pedra para decoração de ambiente coleçao ou uso esoterico, raro nesta lapidação


NOME DA(S) PEDRA(S): Maquita + gooethita e Cuprita

COR DA(S) PEDRA(S): Cor Vide Foto Autentica

CLARIDADE DA(S)  PEDRA(S):  Sem translucidez com mini crostas em baixo relevo

CORTE DA(S)  PEDRA(S):  Lapidação Esferica

MEDIDA DA(S) PEDRA(S): 6,3  (Centimetros medido com regua).

PESO TOTAL DA PEDRA: Exatos 390.2
 Gramas ( Foto Autentica 01 por anuncio)

ORIGEM:  Africa (Lapidação Curvelo MG) Obs: Para comprar outra Bola de Malaquita CLIK AQUI

Quartzo Azul
    Equilíbrio físico e mental, Transmite energias positivas, Gera inspiração e energia.
    Grupo: Quartzo.
    Dureza: 7.
    Materiais de origem: Dióxido de sílica.
    Coloração: Azul, cor de lavanda, translúcida.
    Locais onde é encontrada: China, Madagascar.
    Crenças e mitos: O Quartzo-Lavanda pertence à família do Quartzo. A partir de sua cor ele compõe uma mistura de Quartzo-Rosa e Ametista, com as quais é intimamente aparentado. O Quartzo-Lavanda é, contudo, um Quartzo a parte só raramente pode ser encontrado. O local em que foi encontrado, primeiramente, foi em Madagascar, e durante muito tempo deram-lhe pouca atenção. Só recentemente foram reconhecidas as suas propriedades curativas.
    Efeitos terapêuticos para o corpo: O Quartzo-Lavanda penetra de maneira intensiva e direta no circuito da circulação sangüínea do corpo e também tem efeito correspondente sobre a alma. Elimina bloqueios, constrições e estresse. Atua sobre o sistema nervoso, libera os acúmulos e as calcificações, o que se transmite de maneira positiva sobre a saúde e o bem-estar de todo o corpo.
    Efeitos terapêuticos para a psique: O Quartzo-Lavanda livra de constrições, estagnações e queixas no que se refere à alma. As desarmonias são equilibradas e conseguimos mais alegria de viver. Na meditação essa, pedra com suas ondulações suaves, proporciona unissonância entre o corpo e a alma e aumenta nossa noção de tempo, o que por sua vez, atua de maneira positiva sobre nosso tempo livre. Devido às suas fortes vibrações e aquecimentos, pode também ser utilizado como pedra de perguntas e respostas.
    Indicado para: Desequilíbrio, prazer de viver, constrições, depressões, pedra de perguntas e respostas. Metabolismo, sistema glandular e linfático, dedos, coluna vertebral, juntas, nervos, estresse.
    Formas existentes: Pedra bruta, lapidada, esfera, ovo, pingente, obelisco, pirâmide, cordão.

Base não acompanha para comprar base clik aqui

atencao.gif

Para comprar outra Esfera Malaquita Clik Aqui

Comprar Pingentes clik aqui 

Comprar Atacado clik aqui

Malaquita verde

Pedra do equilíbrio e sucesso, Limpeza da alma, Contra energias negativas.

Grupo: Cobre.

Dureza: 3,5-4.

Materiais de origem: Cobre, carbonato de cromo, vestígios de zinco e de cálcio.

Coloração: Verde-clara, verde-negra, esverdeada, opaco.

Locais onde é encontrada: Zaire, Zâmbia, EUA.

Crenças e mitos: As origens da Malaquita remontam há três mil anos a.C. Os egípcios honravam-na como pedra da esperança, sorte e harmonia nas parcerias. Através de sua forte coloração verde, atribuiu-se a Malaquita, por milênios, uma alta posição entre as pedras curativas e de adorno.

Efeitos terapêuticos para o corpo: A Malaquita é uma pedra poderosa, que, isolada ou em combinação com outras pedras, desenvolve poderes curativos. Na forma de água de Malaquita, livra o corpo de impurezas, desintoxicando-o. Libera o corpo de energias negativas e age em pouco tempo se colocada sobre as partes do corpo necessitadas.

Efeitos terapêuticos para a psique: Através de seu efeito limpante sobre todo o organismo, a Malaquita se torna também uma força limpante para a alma, proporcionando mais equilíbrio, alegria de viver e compreensão para o amor. Muitas pessoas afirmam que graças ao uso da Malaquita, conseguiram auto-desenvolvimento, sucesso e contentamento. Em meditação, a Malaquita penetra fundo em nosso corpo e desenvolve suas forças, trazendo luz sobre todos os chacras. Bloqueios profundos no corpo e na alma podem ser reconhecidos e remediados.

Indicado para: Desintoxicação, qualidades do coração, crescimento espiritual, coordenação mental, mobilidade espiritual. Órgãos de respiração, brônquios, asma, dificuldade respiratória, desobstrução do fígado, reumatismo, vértebras, juntas, efeitos estabilizantes e limpantes sobre o sistema cardiocirculatório, desintoxicação, tremedeiras.

Formas existentes: Pedra bruta, lapidada, esfera, ovo, pingente, obelisco, pirâmide, cordão.

Signos: Touro (21/4 a 20/5), Câncer (21/6 a 21/7), Escorpião (23/10 a 21/11), Sagitário (22/11 a 21/12).

Profissões: Astrólogo, Ambientalista, Babá, Cirurgião, Comunicador, Publicitário, Dançarino, Escritor, Executivo, Médico, Mergulhador, Minerador, Garimpeiro, Motorista, Policial, Secretária, Terapeuta Alternativo.

Planetas: Vênus, Saturno e Plutão.

Malaquita é um mineral do grupo dos carbonatos (carbonato de cobre (II)) com dureza entre 3,5 e 4 na Escala de Mohs. Seu sistema cristalino é monoclínico, e frequentemente forma massas botrioidais, fibrosas ou estalagmíticas.
A malaquita geralmente resulta da alteração de minérios de cobre e ocorre frequentemente associada com azurita, goethita e cuprita. À exceção da cor verde, as propriedades da malaquita são muito similares àquelas da azurita, e agregados conjuntos dos dois minerais são encontrados com frequência, embora a malaquita seja mais comum do que a azurita.
Foi usado como um pigmento mineral em pinturas verdes da antiguidade até aproximadamente 1800. O pigmento é moderadamente resistente à luz, muito sensível a ácidos e variável na cor. O tipo natural tem sido substituído por sua forma sintética, verditer entre outros verdes sintéticos.
Foi principalmente utilizado no Antigo Egipto tendo a particular importancia nos séc.XV XVI, sendo mesmo referenciado no livro Cennino Cennini "Il libro dell'arte".

Comentários sobre o produto



Voltar ao topo
Loja CristaisdeCurvelo no What's app