Bi Terminado Obsidiana Negra Pedra Vulcânica Natural Cod BO3212 - Loja Cristaisdecurvelo
  Carregando... Por favor, aguarde...


Compra máxima: 1 unidade(s)

Bi Terminado Obsidiana Negra Pedra Vulcânica Natural Cod BO3212

()
Codigo: BO3212

R$12,00

ou R$11,76 no Boleto Ou em 2x de R$6,00
sem juros no cartão de crédito

Quero ser avisado quando esse produto retornar!
Nome: 
E-mail: 


Bi terminado Obsidiana Negra pedra Vulcânica, Lapidado sextavado duas pontas Boa Qualidade, não é peça extra mas tem uma boa cor Preta


 

NOME DA(S) PEDRA(S):Obsidiana Negra

COR DA(S) PEDRA(S): Preto Foto Autêntica

CORTE DA(S) PEDRA(S): Bi-Terminado Double point ( Lapidação Curvelo)

QUALIDADE DA
(S)  PEDRA(S): Boa/Media

MEDIDA D
A(S) PEDRA(S): Comprimento 9,8 x 2 Espessura ( Medidas Exatas)

 PESO TOTAL DA PEDRA: Exato 49 Gramas

ORIGEM: EUA

Por ser pedra natural  podem apresentar variações em suas tonalidades e grafismos. Há também a possibilidade de ocorrerem pequenas inclusões que irão se assemelhar a fissuras, mas que são normais de minerais autentico de garimpo.  Hidratação oleo mineral. So compre apos ler e entender isso!

                                                                                               atencao.gif

Para comprar outro Bi terminado Click Aqui      

Comprar Pingentes click aqui      

Comprar Atacado click aqui 

    

 

Obsidiana Negra

 

A Obsidiana Preta é uma das mais importantes professoras de todas as pedras da Nova Era. Ela está associada ao primeiro chacra. Esse centro de energia relaciona-se à Terra, ao físico, à sobrevivência e à realização do ego pessoal. Ao colocar uma dessas pedras sobre os pontos de chacra inferior, atraem-se as energias mais puras dos chacras superiores para os centros primitivos, para o aprimoramento e a purificação do ego.Obsidiana Preta deve de ser empregada apenas por aqueles instruídos sobre seus poderes e preparados para o processar as mudanças que ela muitas vezes implacavelmente acarreta. Regida pelo planeta Plutão, seu objetivo é conduzir a mente através das áreas obscurecidas do subconsciente, para estabelecer uma identidade no superconsciente. Como professora plutoniana, não serve ao ego. Em vez disso, mostra de modo rude e muitas vezes grosseiro ao eu-ego o seu lugar e o que precisa para mudar e avançar para o próximo passo do desenvolvimento evolutivo. Atua como um espelho que reflete as falhas da natureza de um ser e amplia temores, inseguranças e atitudes egocêntricas que reprimem as qualidades superior da alma. Pode-se chama-lá de "guerreira da verdade", aquela que mata a ilusão para dar à luz a visão da Nova Era.A obsidiana Preta é uma professora magistral e veio nos ensinar o verdadeiro significado de sua cor. O preto, sendo denso, o obscuro e o desconhecido, é o oposto polar do branco, o translúcido, o iluminado e o conhecido. Cada uma dessas expressões opõe-se precisamente à outra e, como partes da alma que são, permitem à outra existir. Cada uma dessas cores encerra dentro de si todas as outras; tanto o preto quanto o branco podem potencialmente conter a mesma intensidade de luz. Embalada nos braços do preto e do branco, do dia e da noite, do escuro e da luz, a vida da Terra foi concebida e criada e agora está pronta para vir a saber que os pólos aparentemente opostos são, na realidade, o mesmo. Os conceitos de bom e mau não passam de um truque pregado aos sentidos quando se vêem essas cores distintas.A cor preta foi mais mal empregada e mal compreendida do qualquer outra em todo os espectro. Ao evoluir e sentir o poder do universo fluindo nas veias, a alma humana apresentou uma tendência a reinvindicar esse poder como seu. Ao buscar apenas satisfação pessoal, ela aprendeu a canalizar essa força cósmica para o planeta de formas que só servem ao seu pequeno ego, em vez de servir à força em si mesma. Quando isso ocorre, a luz contida no preto volta-se contra si mesma e os aspectos mais baixos da natureza humana predominam. A magia negra caracteriza exatamente esse tipo de abuso flagrante de poder que se manifestará em ações maléficas. Entretanto, o próprio processo de abuso de poder consiste numa das maiores lições que o universo deve ensinar a seus ocupantes.Pode-se constatar a existência da teoria do buraco negro em diferentes aspectos da criação, da humana à estelar. Esse fenômeno natura origina-se quando a luz é egoisticamente consumida e revertida contra si mesma, acarretando a destruição e a devastação sobre todos os objetos circundantes que são atraídos para dentro do buraco negro por uma força gravitacional cada vez mais forte. À medida que a luz é absorvida, o vácuo torna-se mais profundo e maior até, finalmente, a alma ou as estrelas renascerem tomando conhecimento de que a luz deve ser compartilhada e igualmente possuída por todos. Uma vez aprendida essa lição, toda a luz consumida pelo buraco negro explode para fora no outro lado da realidade, e o buraco branco existe como uma manifestação brilhante de uma lição bem-assimilada. Cada um de nós, numa ocasião ou noutra, deve passar pelo processo de autodestruibilidade do buraco negro e aprender a usar de modo apropriado a luz e a energia. Quando a maioria dos habitantes da Terra se conscientizar dessa lição, a Terra como um todo renascerá e a Nova Era florescerá. A Obsidiana Preta é uma das mais importantes professoras de todas as pedras da Nova Era. Ela está associada ao primeiro chacra. Esse centro de energia relaciona-se à Terra, ao físico, à sobrevivência e à realização do ego pessoal. Ao colocar uma dessas pedras sobre os pontos de chacra inferior, atraem-se as energias mais puras dos chacras superiores para os centros primitivos, para o aprimoramento e a purificação do ego.Obsidiana Preta deve de ser empregada apenas por aqueles instruídos sobre seus poderes e preparados para o processar as mudanças que ela muitas vezes implacavelmente acarreta. Regida pelo planeta Plutão, seu objetivo é conduzir a mente através das áreas obscurecidas do subconsciente, para estabelecer uma identidade no superconsciente. Como professora plutoniana, não serve ao ego. Em vez disso, mostra de modo rude e muitas vezes grosseiro ao eu-ego o seu lugar e o que precisa para mudar e avançar para o próximo passo do desenvolvimento evolutivo. Atua como um espelho que reflete as falhas da natureza de um ser e amplia temores, inseguranças e atitudes egocêntricas que reprimem as qualidades superior da alma. Pode-se chama-lá de "guerreira da verdade", aquela que mata a ilusão para dar à luz a visão da Nova Era.A obsidiana Preta é uma professora magistral e veio nos ensinar o verdadeiro significado de sua cor. O preto, sendo denso, o obscuro e o desconhecido, é o oposto polar do branco, o translúcido, o iluminado e o conhecido. Cada uma dessas expressões opõe-se precisamente à outra e, como partes da alma que são, permitem à outra existir. Cada uma dessas cores encerra dentro de si todas as outras; tanto o preto quanto o branco podem potencialmente conter a mesma intensidade de luz. Embalada nos braços do preto e do branco, do dia e da noite, do escuro e da luz, a vida da Terra foi concebida e criada e agora está pronta para vir a saber que os pólos aparentemente opostos são, na realidade, o mesmo. Os conceitos de bom e mau não passam de um truque pregado aos sentidos quando se vêem essas cores distintas.A cor preta foi mais mal empregada e mal compreendida do qualquer outra em todo os espectro. Ao evoluir e sentir o poder do universo fluindo nas veias, a alma humana apresentou uma tendência a reinvindicar esse poder como seu. Ao buscar apenas satisfação pessoal, ela aprendeu a canalizar essa força cósmica para o planeta de formas que só servem ao seu pequeno ego, em vez de servir à força em si mesma. Quando isso ocorre, a luz contida no preto volta-se contra si mesma e os aspectos mais baixos da natureza humana predominam. A magia negra caracteriza exatamente esse tipo de abuso flagrante de poder que se manifestará em ações maléficas. Entretanto, o próprio processo de abuso de poder consiste numa das maiores lições que o universo deve ensinar a seus ocupantes.Pode-se constatar a existência da teoria do buraco negro em diferentes aspectos da criação, da humana à estelar. Esse fenômeno natura origina-se quando a luz é egoisticamente consumida e revertida contra si mesma, acarretando a destruição e a devastação sobre todos os objetos circundantes que são atraídos para dentro do buraco negro por uma força gravitacional cada vez mais forte. À medida que a luz é absorvida, o vácuo torna-se mais profundo e maior até, finalmente, a alma ou as estrelas renascerem tomando conhecimento de que a luz deve ser compartilhada e igualmente possuída por todos. Uma vez aprendida essa lição, toda a luz consumida pelo buraco negro explode para fora no outro lado da realidade, e o buraco branco existe como uma manifestação brilhante de uma lição bem-assimilada. Cada um de nós, numa ocasião ou noutra, deve passar pelo processo de autodestruibilidade do buraco negro e aprender a usar de modo apropriado a luz e a energia. Quando a maioria dos habitantes da Terra se conscientizar dessa lição, a Terra como um todo renascerá e a Nova Era florescerá.


Comentários sobre o produto



Voltar ao topo
Loja CristaisdeCurvelo no What's app